artigohumanidade_1994_atibaiahoje_omortoeamorte